No peito e na alma !

No peito e na alma !

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Elenco e torcida pesaram na decisão do Santos pela Vila; Palmeiras aceita


Presidente do Peixe, Modesto Roma Júnior afirma que parte financeira será melhor atuando em sua própria casa. Paulo Nobre não se opõe à escolha do adversário

A Federação Paulista de Futebol, em conjunto com Santos e Palmeiras, definiu nesta segunda-feira, as datas, horários e locais das finais do Paulistão. O Peixe, que tinha o Pacaembu como opção para tentar uma renda maior, escolheu mesmo a Vila Belmiro, sua casa. E o presidente do Peixe, Modesto Roma Júnior, explicou os motivos.

– Foi uma escolha de todos nós. Nos reunimos aqui, conversamos com a Federação, que sempre acata a decisão dos clubes e foi fechado em algo que agrada a todos nós – disse. 

– O peso médio deles (jogadores) deve ser uns 80 quilos, deve ser uma tonelada no total (risos). Mas é pesado sim, os jogadores deram a opinião, o ponto de vista deles, a torcida deu também. Temos de ouvir todos eles. Definimos pelo que entendemos ser o melhor para o Santos – falou.,

– Fizemos o cálculo e tivemos a conclusão que financeiramente também é melhor jogar na Vila. Tem que considerar a premiação, e isso é um fator que deve ser levado em conta – declarou.

Paulo Nobre, presidente do Palmeiras, concordou com a decisão e disse que em nenhum momento foi cogitado dois jogos com torcida única.

– É uma decisão normal. O Santos tem o direito de jogar em sua casa. Foi conversado no início da competição sobre a torcida única, mas essa não foi a tônica em todo o torneio, então não faria sentido mudar agora na final – falou.

A torcida visitante terá direito a 5% dos ingressos de cada partida, e as rendas ficarão 100% para o mandante dos jogos. Os confrontos decisivos serão nos dois próximos domingos: o primeiro na arena do Palmeiras, e o segundo, na Vila Belmiro, ambos às 16h. Em caso de resultados iguais, a disputa do título será nos pênaltis.

Globoesporte.com

Nenhum comentário: