No peito e na alma !

No peito e na alma !

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Elano marca, Santos bate o Londrina e avança na Copa do Brasil



Desde 10 de maio de 2012 o torcedor santista não comemorava um gol do ídolo Elano. No entanto, diferentemente da última ocasião, a goleada por 8 a 0 sobre o Bolívar, o tento do meia nesta quarta-feira foi decisivo, pôs fim à pressão do Londrina, garantiu a vitória por 1 a 0 - a de número 3.000 da história do clube - e selou a classificação do Peixe para a segunda fase da Copa do Brasil. Na próxima etapa, o time da Vila Belmiro encara outro time paranaense, o Maringá, que eliminou o Madureira.

Tão improvável quanto o gol de cabeça de Elano, fundamento que ele nunca foi um especialista, era a eliminação alvinegra. Era difícil acreditar, que após vencer a partida de ida por 1 a 0, o Santos perdesse a classificação em "casa" - entre aspas porque o Santos mandou o duelo desta quarta-feira em São José dos Campos. Mas a vaga na fase seguinte da competição nacional não veio de maneira tão fácil.

Com um mistão composto por sete reservas e demonstrando desentrosamento, o Peixe sofreu na primeira etapa, viu Cicinho salvar uma bola em cima da linha e levou uma bola na trave.

Elano era o retrato santista. Cometia erros bobos, criava pouco, era estático. No 4-4-2, esquema que não está habituado, o Peixe até chegou a criar boas jogadas, a maioria em contra-ataques, explorando a velocidade do trio Lucas Lima, Marquinhos Gabriel e Gabigol. No entanto, o último passe e a finalização nunca saíam como deveria.

O camisa 22 não melhorou tanto no segundo tempo, mas o Santos sim. Mais ligado e empurrado por sua torcida, que compareceu em bom número, o time se impôs e passou a dominar a partida. O gol de Elano, que testou firme, livre de marcação, após cobrança de escanteio precisa de Lucas Lima, acalmou o Peixe e desestimulou os paranaenses, tornando o confronto mais fácil e tranquilo.

Com a situação sob controle, Marcelo Fernandes, já de olho no clásstu ico contra o São Paulo, fez algumas substituições, e o Santos tirou o pé. Por falar na semifinal do Campeonato Paulista, é praticamente impossível fazer paralelos entre o compromisso pela Copa do Brasil com o San-São de domingo. O Peixe será totalmente diferente, assim como a força de seu rival. O jogo mais importante do ano se aproxima!

Lancenet

Nenhum comentário: