No peito e na alma !

No peito e na alma !

quinta-feira, 23 de abril de 2015

Com modelo inglês, marketing do Santos quer 'clube global'


Peixe busca reformulação em diversos setores para o segundo semestre 

O Santos prepara uma reformulação nos setores de Marketing e Comercialização para o segundo semestre, no comando de Paulo César Verardi, executivo de marketing com passagens por Umbro, Grêmio, Coritiba e Atlético-PR, que assumiu há poucos dias a gerência do setor no Santos.

Em crise financeira, o Peixe não tem patrocinador master há mais de dois anos, tem pouca receita em bilheteria e comercialização, além de mais da metade dos 57 mil associados serem inadimplentes.

Para Verardi, o modelo do marketing da Inglaterra deve ser seguido na Vila Belmiro. "No futebol inglês, modelo para mim em termos de marketing, há quarenta patrocinadores para uma equipe. E apenas um no uniforme. O somatório de todos os negócios é de extrema importância", explica.

Sócio Rei

"Espinha dorsal é boa. Algumas melhorias de ordem operacional devem ser feitas. Atender expectativas e trazer resultados. Introduções e otimizações em segmentação, benefícios. Há de se falar na importância econômica de haver participação ativa do sócio. Importância destes projetos para a competitividade dentro de campo. Receita é fundamental. Vamos torná-la ainda mais importante e relevante".

Televisão 

"Planejamento trará metas de receitas, metas de valorização da marca, metas de engajamento da torcida. Isso tudo será quantificado. Nós temos várias áreas prioritárias. Área de TV, Pay per view pode ser muito trabalhado. Além do patrocínio master, muito importante, podemos agregar outras formas de patrocínio".

Comercialização

"Sistema de varejo, como dizemos informalmente, passa pelo material esportivo, distribuição e licenciamento. Isso na cidade de Santos, no estado, no Brasil, e no mundo. Devemos ter pensamento global".

Maior marca brasileira

"O Santos é a maior marca brasileira e a de maior conhecimento e capacidade de adesão na Europa, segundo pesquisas periódicas da Umbro, onde trabalhei. Santos e Seleção Inglesa eram as maiores parcerias da Umbro. O torcedor deve saber a dimensão do clube que torce."

A Tribuna On Line

Nenhum comentário: